Caravaneira conta sobre a experiência de colocar-se a serviço do outro

Recém chegada do Malawi, a empresária Raquelle Braz, de Natal (RN), realiza a sua terceira caravana para a África, coordenada pela Fraternidade Sem Fronteiras. Chega, mais uma vez, com a certeza de que “sempre recebemos muito mais do que doamos”

 

Por Flávio Resende*

Encontrar na caridade um caminho que faça sentido em sua jornada tem sido, nos últimos anos, a escolha da empresária gaúcha Raquelle Braz, que vem desenvolvendo um trabalho, com um grupo de voluntários de Natal (RN) – cidade onde mora há mais de 25 anos -, voltado para a população em situação de rua.

Aos 46 anos, viúva e mãe de Francesco (“o filho único com o maior números de irmãos”, descreve-se o próprio Francesco), R